Nós

O Karaté no concelho de Oliveira do Bairro teve início no Troviscal desde 1979, com o mestre Alcides Ramos 2º dan, tendo treinado durante aproximadamente 10 anos, no salão da Assembleia Republicana. Em 1989  o responsável técnico foi alterado. Henrique Carriço 2º kyu assumiu a classe  e foi convidado a integrar as modalidades desportivas da ARVISCAL, tendo-se, na mesma altura, associado ao Centro de Karaté-do de Aveiro (C.K.A) e à União Portuguesa de Karaté Shotokan (U.P.K.S.) ficando assim ligada a associações reconhecidas nacional e internacionalmente.  A partir de 1991 a classe começou a participar activamente em Campeonatos Nacionais – 91 em Leiria, 92 em Coimbra onde um atleta atingiu o 2º lugar dos juniores na modalidade de Kumité, 93 em Fátima onde o responsável técnico atingiu o 1º DAN (cinto preto), 95 em Albergaria – a – Velha, 96 de novo em Leiria onde o responsável técnico realizou o exame para 2º DAN tendo sido convidado para integrar o Departamento Técnico do C.K.A. e tornando-se cadete da World Karate Shotokan Academy (W.K.S.A.), o que lhe tem proporcionado a frequência de cursos de aperfeiçoamento técnico e estágios em vários países da Europa.

Neste âmbito, a classe mista de Karaté da Arviscal tem vindo a crescer frequentando todos os anos vários estágios a nível nacional, de Norte a Sul do país, com o apoio da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro. Inclusivamente já organizou alguns estágios de âmbito regional que decorreram no Salão da Casa do Povo do Troviscal, não se tendo alargado ao nível nacional devido à falta de espaço
Presentemente a classe de Karaté está sediada no Colégio Frei Gil I.P.S.B é composta por cerca de 35 praticantes que variam dos 6 aos 52 anos, tendo no corrente ano, três dos alunos mais antigos, a graduação de cinto negro, facto que constitui mais um passo em frente na evolução da classe.

Nos dois últimos anos a classe tem participado nos Campeonatos Nacionais e Regionais de Karaté, tendo os mais recentes sido realizados em Aveiro com organização do C.K.A., e onde tem obtido sempre lugares de relevo. É de salientar, no entanto, que a prática do Karaté não tem como finalidade ganhar taças ou medalhas. Procura-se sim, que o praticante desenvolva técnicas, de acordo com a sua idade e as suas capacidades, por forma a atingir um equilíbrio físico, psíquico e emocional. O Karaté propõe uma mensagem bem determinada funcionando como terapia para o fenómeno do stress através da versatilidade dos seus exercícios equilibrados em elasticidade, musculação, coordenação respiratória, coordenação motora, capacidade de concentração desenvolvendo o auto-controle e a confiança em si próprio.

Anúncios



%d bloggers like this: